Nos trabalhos acadêmicos, é muito comum a presença do resumo e da introdução. Muitas vezes, os alunos confundem esses termos e pensam que eles são iguais. Porém, há várias diferenças que veremos a seguir.

De um lado, o resumo é um elemento pré-textual obrigatório inserido no início do texto. Segundo a Associação Brasileira de Normas Técnicas (ABNT), ele deve conter de 150 a 500 palavras (NBR 6028), Além disso, deve estar na língua do texto e em língua estrangeira. Essa língua estrangeira pode ser inglês, francês ou espanhol.

No resumo, devemos inserir os pontos principais do trabalho: tema, objetivo, metodologia e resultados. As frases precisam ser objetivas e concisas para não ultrapassar o limite de palavras. Também recomendamos o uso da terceira pessoa do singular (este trabalho, esta pesquisa…). Dessa forma, o resumo aparece em parágrafo único, sem tópicos.

Outra característica dos resumos são as palavras-chave, que ficam abaixo deles. Elas devem ser separadas por ponto e vírgula e manter as iniciais minúsculas (exceto em nomes próprios e siglas). Por exemplo:

Palavras-chave: gestação; cuidado pré-natal; Aedes aegypti; IBGE; Brasil.

De outro lado, temos a introdução. Ela é um elemento textual indispensável nos trabalhos acadêmicos. Ou seja, faz parte do texto e acompanha o desenvolvimento e a conclusão.

Na introdução, apresente o que você escolheu para estudar, isto é, seu tema de pesquisa. Ela não possui limite de palavras, mas costuma ocupar poucas páginas.

Não existe uma norma ABNT específica para a introdução. Assim, não há restrições formais ou estruturais. Porém, lembre-se que ela é o primeiro contato que seu leitor terá com seu texto, Logo, você precisa trazer o assunto geral e mostrar o que será explicado em cada capítulo do texto.

Afinal, RESUMO e INTRODUÇÃO são a mesma coisa?

Depois desse texto, esperamos que você responda não. Mesmo que o resumo e a introdução tenham características semelhantes, eles não são iguais.

Embora possamos dizer que o resumo é uma introdução do trabalho, seu formato é diferente. Do mesmo modo, podemos dizer que a introdução é um resumo dos pontos principais da pesquisa. Porém, ela é mais extensa do que o resumo, como se fosse um desdobramento dele.

QUEM ESCREVE?

Fernanda Massi é Mestra e Doutora em Linguística e Língua Portuguesa pela UNESP/Araraquara. Ela é também Pós-doutora em Linguística Aplicada pela UNICAMP. Foi professora de Leitura e Produção de Textos na UNESP e na UFSCar.  Nesse período, orientou TCC e iniciação científica. Fernanda trabalha com revisão de texto desde o início da sua graduação em Letras (2004). Hoje, ela é a responsável pela equipe de revisão da Letraria.

Deixe um comentário

O seu endereço de e-mail não será publicado.

Preencha esse campo
Preencha esse campo
Digite um endereço de e-mail válido.

Esse site utiliza o Akismet para reduzir spam. Aprenda como seus dados de comentários são processados.

Qual é a diferença entre ÍNDICE e SUMÁRIO?
Como fazer o RESUMO do seu trabalho acadêmico?