Para saber qual é a diferença entre índice e sumário, é importante entender o que caracteriza cada um deles.

Existe uma norma da Associação Brasileira de Normas Técnicas (ABNT) específica para o sumário. Essa norma é a ABNT NBR 6027:2012, que já falamos em outro texto. Ao mesmo tempo, existe uma norma específica para o índice, que é a ABNT NBR 6034.

Por um lado, o índice é a “lista de palavras ou frases que localiza e remete para as informações contidas no texto”. Por outro lado, o sumário é a “enumeração das divisões, seções e outras partes de um documento”.

Para fixar essa diferença, lembre-se que a letra “i”, de índice, remete a informações. Já a letra “s”, de sumário, remete às seções.

Qual é a diferença entre ÍNDICE e SUMÁRIO?

O  índice pode ser organizado por enfoque. Ou seja, segundo autores, assuntos, títulos, pessoas e/ou entidades, nomes geográficos, citações. Já o sumário é organizado pela ordem em que os títulos apareceram no texto.

Em relação à ordem do índice, ela pode ser: alfabética, sistemática, cronológica, numérica, alfanumérica… Segundo a ABNT, as informações do índice são “ordenadas segundo determinado critério”.

Já o sumário deve ser feito “na mesma ordem e grafia em que a matéria nele se sucede”.

Enquanto o sumário aparece no início do texto, o índice aparece no final. Além disso, o índice não é um elemento obrigatório. Por outro lado, o sumário é um elemento pré-textual obrigatório.

Como formatar o índice?

O título do índice deve definir sua função e/ou conteúdo. Por exemplo: índice de assunto, índice cronológico, índice onomástico etc.

A paginação do índice vem ao lado da palavra de entrada. Ela pode indicar uma sequência de páginas ou páginas isoladas. Por exemplo: Literatura 4-9 (sequência) ou Literatura 4, 9, 18 (menção). Essa paginação não é sequencial, como ocorre no sumário.

QUEM ESCREVE?

Fernanda Massi fez Mestrado e Doutorado em Linguística e Língua Portuguesa na UNESP/Araraquara. Assim que terminou o doutorado, foi professora na UNESP e na UFSCar.  Nesse período, deu aulas de Leitura e Produção de Textos e Metodologia do Texto Científico. Também orientou TCC e iniciação científica. Em seguida, fez Pós-doutorado em Linguística Aplicada pela UNICAMP. Atualmente, Fernanda é a responsável pela equipe de revisão da Letraria.

1 Comentário. Deixe novo

Deixe um comentário

O seu endereço de e-mail não será publicado.

Preencha esse campo
Preencha esse campo
Digite um endereço de e-mail válido.

Esse site utiliza o Akismet para reduzir spam. Aprenda como seus dados de comentários são processados.

Como fazer o SUMÁRIO do seu trabalho acadêmico?
RESUMO e INTRODUÇÃO são a mesma coisa?