Quem sonha em publicar um livro, precisa saber o que é ISBN. É muito comum surgirem dúvidas sobre ele: para que serve? Quando e como ele é atribuído? Qual é a relação entre ISBN e direitos autorais?

Neste texto, vamos esclarecer essas dúvidas para que você se prepare melhor antes de publicar.

O que é ISBN?

Para começar, saiba que o ISBN é o Padrão Internacional de Numeração do Livro, ou seja, é um código de 13 dígitos atribuído às publicações. Esse código é individual e exclusivo para cada livro, como se fosse seu RG.

Quem atribui o ISBN?

No Brasil, o ISBN é atribuído pela Câmara Brasileira do Livro (CBL). A solicitação do ISBN é feita pela editora que vai publicar seu livro com informações básicas sobre a obra: título, autor, organizador, ilustrador, tradutor, assunto, palavras-chave, formato (impresso ou digital), ano e cidade de publicação.

No caso do livro impresso, a editora também informa o tamanho do livro (14 x 21cm, 16 x 23cm), a quantidade de páginas, o preço de capa e a tiragem da primeira edição (100, 500, 1000 exemplares).

Como a obra é registrada?

Aqui na Letraria, além das informações sobre o livro, nós também enviamos para a CBL o arquivo digital da publicação. Com isso, a CBL tem o conteúdo da sua publicação e você pode recorrer aos seus direitos autorais caso haja um uso indevido do material.

Para garantir seus direitos autorais, você precisa comprovar que produziu determinado conteúdo, numa data específica, e que publicou o material por determinada editora. Ou seja, uma publicação que surgir depois da sua com o mesmo conteúdo pode ser um plágio do seu material.

Os e-books também têm ISBN?

Sim! Os e-books são livros digitais e recebem ISBN assim como os livros impressos. Porém, se você optar pelas duas versões, vai precisar de dois ISBN: um para o livro impresso e outro para o livro digital (e-book).

QUEM ESCREVE?

Fernanda Massi fez Mestrado e Doutorado em Linguística e Língua Portuguesa na UNESP/Araraquara. Assim que terminou o doutorado, foi professora na UNESP e na UFSCar.  Nesse período, deu aulas de Leitura e Produção de Textos e Metodologia do Texto Científico. Também orientou TCC e iniciação científica. Em seguida, fez Pós-doutorado em Linguística Aplicada pela UNICAMP. Atualmente, Fernanda é a responsável pela equipe de revisão da Letraria.

Deixe um comentário

O seu endereço de e-mail não será publicado. Campos obrigatórios são marcados com *

Preencha esse campo
Preencha esse campo
Digite um endereço de e-mail válido.

Esse site utiliza o Akismet para reduzir spam. Aprenda como seus dados de comentários são processados.

Qual é a ESTRUTURA do ARTIGO CIENTÍFICO?
O que são DIREITOS AUTORAIS?