O Banqueiro Anarquista, de Fernando Pessoa

fernandopessoa Publicado originalmente em 1922, O Banqueiro Anarquista, de Fernando Pessoa, é uma obra que parece ter sido escrita em nossos dias.

O diálogo político-filosófico, com seu título paradoxal, permanece tão atual, tão vicejante e radical, numa época em que dogmas e símbolos têm desorientado gerações inteiras.

Uma vez que as instituições sociais apresentam sintomas de desestabilização, uma vez que os elos se rompem, grupos de pessoas manifestam tendências para forte contestação e até mesmo radicalização contra as instituições as quais essas mesmas gerações defendem, ora de maneira seletiva, ora em sua totalidade.

É com orgulho que divulgo a tradução de O Banqueiro Anarquista, de Fernando Pessoa, para o grego moderno, vertida pelas hábeis mãos do linguista baiano Édson Reis Meira, atualmente exercendo o leitorado em Dakar, Senegal.

Disponível em: <http://www.minoas.gr/book-4026.minoas>

Alexandre Wesley Trindade

Deixe um comentário

O seu endereço de e-mail não será publicado. Campos obrigatórios são marcados com *

Preencha esse campo
Preencha esse campo
Digite um endereço de e-mail válido.

Esse site utiliza o Akismet para reduzir spam. Aprenda como seus dados de comentários são processados.

Paragrafação
Publique seu artigo científico!