Nesse texto, você vai aprender que o verbo “contribuir” pode ser usado com as preposições “com” e “para”. Essa mesma regra vale para os verbos “colaborar” e “cooperar”. Aqui no blog, temos vários textos com dicas de língua portuguesa. Nosso objetivo é te ajudar a se comunicar melhor!

Para começar, saiba que estamos falando de “regência verbal”. Embora esse termo assuste, ele diz respeito ao que o verbo “rege”. Ou seja, qual é a preposição que o verbo pede. Essa resposta está nos dicionários de língua portuguesa.

Contribuir COM ou contribuir PARA?

Usa-se a preposição “para” quando o complemento é a finalidade da contribuição. Já o “com” é utilizado para indicar o material ou instrumento da contribuição. Por exemplo:

Ela contribuiu para o meu aprendizado com as suas dicas.

Nesse exemplo, “as suas dicas” são o material da contribuição. Ao mesmo tempo, “o meu aprendizado” é a finalidade da contribuição. Viu como é simples?

Assim, esperamos que você consiga encontrar uma resposta para a questão inicial: contribuir COM ou contribuir PARA?

As duas formas estão corretas, mas cada uma delas tem um sentido. A mesma regra vale para os verbos “colaborar” e “cooperar”.

QUEM ESCREVE?

Fernanda Massi é Mestra e Doutora em Linguística e Língua Portuguesa pela UNESP/Araraquara. Ela é também Pós-doutora em Linguística Aplicada pela UNICAMP. Foi professora de Leitura e Produção de Textos na UNESP/Araraquara e na Universidade Federal de São Carlos (UFSCar). Nesse período, orientou trabalhos de conclusão de curso (TCC) e de iniciação científica. Fernanda trabalha com revisão de texto desde o início da sua graduação em Letras (2004) e é também a responsável pela equipe de revisão da Letraria.

Deixe um comentário

O seu endereço de e-mail não será publicado.

Preencha esse campo
Preencha esse campo
Digite um endereço de e-mail válido.

Esse site utiliza o Akismet para reduzir spam. Aprenda como seus dados de comentários são processados.

Para que serve um ORIENTADOR?
Qual é o correto: HÁ POUCO ou A POUCO?